terça-feira, 20 de agosto de 2013

O dragão-de-komodo não solta fogo, mas é um lagarto muito poderoso! Saiba mais sobre o bicho

Este é o Raja, o dragão-de-komodo que vive no Zoológico de Londres, na Inglaterra
Em quatro pequenas ilhas do oceano Pacífico, Padar, Rinca, Flores e Komodo, vive um dos animais mais perigosos do mundo.Conhecido como dragão-de-komodo, ele é o maior lagarto do planeta.
O bicho é até bonitinho quando nasce. Ao sair do ovo, o dragãozinho tem cerca de 25 centímetros e listras ou manchas verdes. Nessa fase, mora entre as árvores, se alimenta de insetos e não apavora ninguém. Aos poucos o filhote vai crescendo, se torna mais cinzento e passa a viver no chão.
Na fase adulta, o dragão-de-komodo pode ficar até 13 dias sem comer, porque tem um mecanismo que permite economizar energia. Se precisar, faz seu coração parar de bater por até 45 minutos. Mas, depois, quando a fome aperta, ele é capaz de atacar até adultos e filhotes da sua própria espécie.
Mordida contaminada
Na hora de caçar, o dragão costuma usar uma estratégia: se esconde nas trilhas por onde passam bichos, como porcos selvagens e cabras, e também seres humanos. Quando percebe que a presa está se aproximando, ataca com uma mordida poderosa, pois tem dentes afiados como os de um tubarão-branco.
Geralmente o bicho atingido foge, mas não vai muito longe. É que a saliva do dragão-de-komodo tem uma incrível quantidade de bactérias que provocam uma infecção grave. Em pouco tempo, o animal acaba caindo no meio da mata.
Ele não sabe nada de boas maneiras
A língua bifurcada do dragão-de-komodo ajuda a perceber sinais no ambiente e encontrar as presas. Depois de morder um bicho, segue seu rastro por até cinco dias e geralmente já o encontra morto.
Na hora de comer, o dragão é ligeiro e engole cerca de dois quilos de carne por minuto. Enquanto come, baba bastante porque a saliva facilita sua digestão. Para completar, sempre deixa um pouco de comida na boca para manter os dentes cheios de bactérias. Com esses hábitos é fácil entender por que o dragão-de-komodo vive solitário.
Parente dos dinossauros
Uma lenda das ilhas do Pacífico conta que o dragão-de-komodo surgiu quando uma princesa deu à luz gêmeos e um deles se transformou nessa estranha criatura parecida com um lagarto.
Segundo os cientistas, porém, o dragão pode ser parente distante dos dinossauros. Alguns estudiosos acreditam até que ele seja um primo do Tiranossauro rex, porque os dois têm hábitos de caça e alimentação bastante parecidos.
Ficha do dragão-de-komodo
  • Comprimento: até 3 metros e meio.
  • Peso: até 200 quilos.
  • Cor: cinzento e marrom.
  • Tempo de vida: pode chegar a 100 anos.
  • Alimentação:
quando filhote come insetos, na juventude se alimenta ratos e aves 
e na fase adulta, de mamíferos.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...